​Vaux Le Vicomte

Uma pequena joia da arquitetura e da arte decorativa francesa.

 

Por Marcos Garcia

  1280px-Vaux_le_vicomte_1

Construído no coração do Departamento de Essone esta maravilha da arquitetura barroca é um dos mais belos castelos franceses, um exemplo de grandes talentos artísticos e grande cultura, mas também guarda uma rica historia cheia de glamour e intriga. Foi idealizado para ser a residência do jovem e ambicioso nobre Nicolas Fouquet, superintendente das finanças de Louis XIV (o Rei Sol).

10616138_10150442006529949_1929690700230644481_n

Grande amante das artes, Fouquet contratou para a construção deste castelo os mais reputados profissionais da época, o arquiteto Louis Le Vau, o pintor e decorador Charles Le Brun e o magnífico paisagista André Le Nôtre.

Vaux-le-Vicomte, sala de jantar

No dia 16 de agosto de 1661, Nicolas Fouquet aguardava a visita do Rei Louis XIV e de grande parte da corte para uma grande festa. Seu intuito era homenagear o rei e ao mesmo tempo mostrar poder a fim de obter o cargo de primeiro ministro.

 

Esta magnífica festa ficou sob a responsabilidade do célebre chefe de cerimônias Nicolas Vattel e contou com fogos de artifícios, jatos de águas  saídos das inúmeras fontes, peças teatrais e grandes banquetes. Tudo isso está retratado no filme Vattel, um banquete para o Rei que, apesar de não ser totalmente fiel em termos históricos, é um belíssimo retrato dessa famosa festa que nos permite compreender a magnitude de um evento como esse.

 

Diante de tamanha exibição de beleza e elegância Fouquet terminou provocando em Louis XIV o efeito contrário ao desejado, sentindo-se humilhado o rei manda prende-lo por conspiração e desvio de verba, suspeitas que já pairavam sobre o jovem nobre a algum tempo. Fouquet morre na prisão em 1680 e Louis XIV contrata os mesmo artistas que fizeram Vaux Le Vicomte para a trabalharem no Palácio de Versailhes.

De propriedade particular o Vaux Le Vicomte é aberto a visitação e o acesso pode ser feito de trem, carro ou onibus.

 

De trem – É preciso comprar passagem na Gare Lyon para Melun, existem vários disponíveis escolha um que vá diretamente a Melun, o trajeto dura 25 minutos. Em Melun aos sábados, domingos e feriados até o dia 26 de outubro existe um ônibus do castelo, o chateaubus, fazendo o trajeto de 6 km entre a estação e Vaux le Vicomte. Os horários do chateaubus são 10:15 – 11:30 – 13:35 – 15:30h. Após 26 de outubro a solução é pegar um táxi até o castelo.

 

De carro - saindo de Paris são 55 km de estrada saindo pela A4 até o pedágio da A5, depois siga na direção Voisenon e Nancy.​

 

De ônibus – a opção mais tranquila. A empresa Paris Vision possui ônibus luxuosos com ar condicionado. Ela tem propostas de visitas diurnas, visitas do castelo Vaux le Vicomte.

 

 

Nota sobre o Jardim:

André Le Nôtre foi o jardineiro de Louis XIV de 1645 a 1700 e foi o responsável pela elaboração e construção dos jardins de Versalhes. Sua obra em Vaux Le Vicomte, inicada em 1652 foi a primeira obra do “Jardim a La Française”.

Quarto do rei: Em todos os castelos franceses, obrigatoriamente existia um quarto destinado a rainha e ao rei. Não necessariamente dormiam juntos.

Noite de velas: De Maio a Outubro, todos os sábados, você poderá visitar o Castelo à luz de velas, incluindo um jantar (sob reserva).