980 Views |  Like

Musculação Terapêutica

Eficiência e segurança são dois dos aspectos que fundamentam as aplicações terapêuticas dos exercícios resistidos

O exercício se torna eficiente na medida em que induz o organismo a adaptações para tratamento de doenças e lesões, ressaltando que essas mesmas adaptações são úteis para prevenir doenças. Dentre esses ajustes que ocorrem no organismo, podem ser citados o fortalecimento muscular, a revitalização dos tendões, o aumento da mobilidade nas articulações, o fortalecimento dos ossos, a melhora da resistência, do equilíbrio, da coordenação e a diminuição das inflamações crônicas em diversos sistemas do organismo. O fortalecimento é particularmente útil porque tem efeitos biomecânicos importantes como a estabilização das articulações mesmo com processos de desgaste, permitindo o controle de dores crônicas. Outro beneficio do fortalecimento muscular é o alivio da sobrecarga imposta ao coração e aos pulmões pela atividade física, que podem ser excessivas quando o indivíduo apresenta músculos enfraquecidos. Assim, diversas formas de exercícios esportivos ou terapêuticos podem fortalecer os músculos, mas os exercícios com pesos psão seguros e eficientes. Os exercícios resistidos com pesos têm a finalidade de promoção de saúde, tratamento de doenças e a reabilitação de pessoas em todas as idades. Esse trabalho é realizado há mais de duas décadas no Instituto Biodelta coordenado pelo médico fisiatra Dr. José Maria Santarém. Os profissionais habilitados pelo Instituto Biodelta, que trabalham no Corpo em Equilíbrio – Studio Grazielle Barreto estão capacitados para a adequação dos programas de musculação em função de doenças, lesões ou debilidades. Seguem os princípios que norteiam o trabalho:

  • As condutas técnicas são fundamentadas em evidências científicas e em consensos de sociedades internacionais;
  • Os exercícios selecionados para os objetivos individuais considerando eventuais doenças e lesões;
  • A percepção do trabalho muscular em cada exercício é ensinada para orientar eventuais adaptações de execução;
  • As técnicas de movimentos e de respiração nos exercícios são constantemente avaliadas pelos professores;
  • As sensações de desconforto durante ou após os exercícios determinam adaptações nas técnicas de treinamento;
  • A possibilidade de evoluir cargas, de acrescentar séries ou incluir novos exercícios são aspectos em avaliação constante.